Entrevista de emprego: 8 erros comuns pra evitar

Um dos momentos mais aguardados dos profissionais em busca de recolocação no mercado de trabalho é a entrevista. Ela pode ser a porta de entrada para o emprego tão desejado em tempos de crise, ou o passaporte para fora de qualquer empresa. Muitos candidatos bons e com experiência técnicas invejáveis, perdem a chance de reingresso no mercado por não saberem como se portar durante a entrevista. Pensando nisso, fizemos esse post para mostrar os 8 erros que você nunca deve cometer durante uma entrevista de emprego.

1.  APRESENTAÇÃO PESSOAL

Ir para a entrevista com roupas demasiadamente informais manchadas ou rasgadas passa uma ideia de desmazelo e falta de cuidado e higiene. Empresas mais formais preferem que seus funcionários vistam-se formalmente, mas isso não quer dizer que você precise abrir mão de seu estilo pessoal, corte de cabelo e penteados, e sim adotar roupas que aproximem-se mais do perfil da empresa. Isso significa por exemplo, que diferente das startups, cujo público é mais jovem e o dress code não é tão rígido, bermudas, regatas e roupas curtas não são tão bem vindas em empresas mais tradicionais.

2.  TRATAR O ENTREVISTADOR COM INTIMIDADE

Às vezes a pessoa que irá te entrevistar já é seu conhecido, no entanto no momento da entrevista ele estará ali enquanto um profissional que irá avaliar você, seu currículo e sua experiência. Não cabe portanto tratá-lo com intimidade, ainda que vocês tenham tomado uma cerveja no fim de semana anterior. Querer ou demonstrar demasiada intimidade com o recrutador demonstra falta de profissionalismo por parte do candidato e deve ser um comportamento evitado.

3.  CRITICAR SUA ANTIGA CHEFIA

Por razões óbvias começar uma entrevista falando mal do seu chefe atual ou anterior é definitivamente começar mal. Além de passar uma imagem de imaturidade emocional e profissional, o recrutador imediatamente irá pensar que caso te escolha para a vaga, você fará o mesmo tipo de comentário na empresa dele. Isso sem sombra de dúvidas reduz suas chances de contratação, portanto, caso lhe seja perguntado sobre seu emprego ou chefia anterior, limite-se a dizer informações objetivas como “eu tinha X responsabilidades”, “eu focava nos resultados pedidos pelo meu chefe”. Evite qualquer comentário que sugira uma instabilidade ou animosidade entre você e seu antigo superior, caso contrário dará a impressão de que você não lida bem com hierarquia.
Ainda assim, se sua situação em relação ao antigo emprego ou liderança refere-se a assédio de qualquer natureza (moral, sexual, psicológico) não cabe pontuar isso na entrevista e sim tomar as devidas providências legais.

4.  NÃO SABER DO QUE SE TRATA A VAGA

Se você se candidata a uma vaga de trabalho é porque certamente acredita ter os requisitos para atender as exigências do emprego. No entanto devido à diversas situações que dificultam a reinserção de profissionais no mercado de trabalho como crise política, social ou financeira no país, muitos candidatos distribuem um sem número de currículos em diversas empresas, achando que desta forma terá mais chances de ser chamado para uma entrevista. No entanto quando isso acontece e a pessoa sequer realizou uma pesquisa prévia sobre a cultura da empresa, o cargo que está pleiteando e o perfil desejado para a vaga, as chances de ser chamado para a etapa seguinte da seleção reduzem-se consideravelmente. Por isso, sempre, sempre, sempre pesquise antes de ir à entrevista sobre a empresa que te chamou para a seleção.

5.  MENTIR

Como diz o ditado: “mentira tem perna curta”, por isso evite hiperlativos na sua experiência profissional ou fatos que não condizem com a sua realidade. Isso significa que inventar cursos e certificados que você não tem, valores salariais que você nunca recebeu, e cargos que você nunca ocupou estão totalmente fora de cogitação. Valorizar-se não significa mentir, mas apresentar de modo objetivo como você pode contribuir através de sua experiência de mercado com as necessidades apresentadas pela empresa.

6.  FALAR DEMAIS OU FALAR DE MENOS

Numa entrevista de emprego a expectativa é de que o recrutador faça perguntas e o candidato responda. Não obstante das características pessoais de cada pessoa como timidez ou desenvoltura, falar demais ou de menos em entrevistas de emprego não são bons comportamentos. Isso porque se você fala de menos, fica difícil para o selecionador conhecer mais a fundo o seu perfil profissional para além daquilo descrito em seu currículo. É preciso que você, candidato esteja inteiramente preparado para responder aos questionamentos do recrutador que referem-se à sua trajetória profissional.
Já o comportamento oposto – falar demais – também não seria o mais adequado, posto que passa a impressão da pessoa ser exibida e demasiadamente convencida. Nesse caso, o uso da parcimônia é muito bem vinda.

7.  INTERROMPER A ENTREVISTA PARA ATENDER O CELULAR

Nada mais desagradável do que estar conversando com alguém e essa pessoa constantemente interromper o que está fazendo para voltar-se ao próprio telefone celular. Imagine isso acontecendo durante uma entrevista de emprego e você é a pessoa que está recrutando o candidato. Qual impressão esse comportamento daria à você? Pois é, nada de bom não é mesmo? Por isso, quando for para uma entrevista de emprego, desligue o celular. Isso mesmo! Mantenha-o desligado, pois apenas em casos de problemas de saúde de terceiros é justificável uma interrupção para usar o telefone durante uma entrevista de emprego.

8.  INDISCRIÇÃO SOBRE SUA VIDA PESSOAL

Como já foi dito no item 2 não é de bom tom tratar o recrutador com excessiva intimidade, isso inclui também dar detalhes de sua vida pessoal durante a entrevista de emprego. Portanto, por mais que sua viagem às Bahamas tenha sido incrível, não cabe falar sobre ela na sua entrevista a não ser que exista um contexto que justifique você dar essa informação. Tampouco cabe falar de seus problemas pessoais. Lembre-se: você está ali para ser avaliado profissionalmente, portanto busque manter o foco na sua experiência enquanto profissional.

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.