Quer fazer intercâmbio? Saiba como administrar perfeitamente o seu dinheiro lá fora

Saiba como administrar seu dinheiro no exterior

Saiba como administrar seu dinheiro no exterior

Viajar para o exterior com a oportunidade de aprender uma nova língua e estudar é, com certeza, o desejo de boa parte dos estudantes universitários. Conhecer outra cultura e ainda cursar parte da graduação escolhida em uma instituição de ensino superior estrangeira agrega muito valor ao currículo profissional e à bagagem pessoal que o indivíduo forma durante sua vida.  Nós já indicamos alguns dos principais tipos de intercâmbio. Confira-os aqui.

Mesmo com todas as vantagens de poder estudar no exterior por meio de programas de intercâmbio, que geralmente oferecem bolsas de estudo, é preciso ter cautela na hora de administrar a vida lá fora. Isso porque essas bolsas ofertadas por aqueles programas oferecem um determinado valor fixo para o estudante custear suas despesas no exterior. Ou seja, durante o(s) semestre(s) de estudos no exterior, o aluno terá apenas aquele determinado valor para se manter.

Recém-formado em Jornalismo pela UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, Diógenes Freitas Feitosa, de 29 anos, foi para a cidade de Concepción, no Chile, no primeiro semestre de 2016. O jovem ganhou uma bolsa de estudos de cerca de R$ 10 mil. Desse total, cerca de 30% foram destinados às compras das passagens de ida e volta, além da compra do seguro saúde por cinco meses. “Nós [Diógenes e os demais alunos selecionados pelo programa] fomos um grupo bem coeso. Pesquisamos sempre os valores de passagem e do seguro saúde, e acabamos comprando na Black Friday, o que foi uma economia muito grande”, explica Diógenes.

Além do valor ganho pelo programa Bolsas Íbero-América, do Santander, Diógenes também contou com ajuda financeira oriunda dos familiares. “Foi essencial para minha sobrevivência lá”. Mesmo com o dinheiro extra, o estudante afirmou que houve momento de extrapolação. “No primeiro mês você acaba gastando mais porque come em qualquer lugar e acaba pagando mais por isso, mas quando começam as aulas efetivamente e chega o compromisso de pegar o transporte e têm as horas certas das refeições, para ter aula à tarde, você passa a ter um controle melhor dos gastos”, conta o intercambista.

Confira algumas dicas dadas pelo intercambista Josias Manoel dos Santos, estudante de Engenharia Civil da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau. O jovem fez sua viagem durante o primeiro semestre de 2015, também para a cidade de Concepción.

Tenha cautela com o dinheiro

Lembre-se que o valor que você recebe é destinado aos meses que você vai passar fora. Por isso, não compre tudo o que vir. Você estará em outro país, longe de casa e da família. Use com moderação o que você ganhar e cuidado com os exageros.

Compre roupas de frio no local para onde você vai

Quem mora em lugares quentes, como praticamente todo o Brasil, e for para um país em que a temperatura seja ainda mais baixa e precise de roupas de frio, a dica é não comprar os agasalhos aqui. Deixando para adquirir as roupas que vão proteger do inverno no país em que você vai, a economia vai ser muito maior.

Converse com quem já fez intercâmbio

Aproveite seus amigos e/ou conhecidos que já foram para o exterior para trocar experiências. Pergunte sobre os gastos que eles realizaram por lá e tenha uma noção de quanto você vai precisar para se manter fora.

Fique atento à economia

Crises políticas, como a que o Brasil vem vivenciando, desestabiliza a moeda nacional, portanto, o Real pode ficar desvalorizado no exterior. Caso isso aconteça, opte por comprar dólares e levar para fora.

Busque por promoções de passagem e seguro saúde

Aproveite as liquidações e “Black Fridays” da vida para economizar na compra das passagens de ida e volta e do seguro saúde.

Não ouse demais nos roteiros

A vontade de conhecer tudo do outro país é grande, mas se lembre de não ousar demais e viajar pelo país se você não tiver dinheiro suficiente para fazê-lo.

E aí, gostou das dicas? Conte pra gente!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *