Como deixar seu currículo perfeito para o início de 2020

Com a concorrência pelas vagas de emprego está cada vez mais acirrada. Para isso, chamar a atenção dos recrutadores é essencial. Assim, na busca por emprego, uma das primeiras dúvidas de muitos profissionais é como organizar um bom currículo para conseguir participar de seleções. 

Irenilda Souto tem 37 anos, é gerente de recursos humanos e explica que atualmente algumas empresas adotam sistemas de seleção que dispensam o currículo. No entanto, há profissionais e companhias que ainda valorizam esse o resumo das principais informações do candidato. Para esses casos, a gerente indica a elaboração de um currículo honesto e direto, começando com um pequeno resumo que traga algumas das realizações profissionais do candidato até o momento de forma resumida e, sobretudo, sincera.

“Não adianta florear o currículo para mostrar algo que não corresponde à realidade. Hoje os recrutadores buscam entender os talentos que os candidatos têm. Se você for fazer um currículo, é importante ser breve na descrição das atividades realizadas, colocando o período em que a pessoa ficou no cargo, há quanto tempo está no mercado, que legado deixou e quais são os seus resultados”, disse Irenilda. 

A gerente de RH também destacou a importância de o currículo conter informações como os locais onde o profissional ou estudante estudou e trabalhou anteriormente. Irenilda lembra, porém, que tudo deve aparecer de forma resumida, sem se alongar demais. “O recrutador recebe currículos demais, então hoje o que se busca são perfis objetivos e percebe logo que é uma pessoa com potencial para a vaga que está sendo trabalhada”, disse ela. 

Na opinião de Jessé Barbosa de Araújo, professor universitário e coordenador de treinamentos da Blackbelt It Solutions, um currículo bem estruturado dá mais chance para o candidato a uma vaga ser selecionado. Ele argumenta que não existe um modelo único, mas que é preciso que todo currículo tenha pelo menos informações básicas de contato (nome completo, idade, estado civil, endereço completo, bairro, cidade, telefone e e-mail), e mais alguns detalhes da trajetória educativa e profissional do candidato. 

Jessé explica, por exemplo, que o campo “objetivo profissional” é a vaga que o candidato deseja ocupar. Ainda de acordo com ele, a descrição das experiências profissionais deve trazer os três últimos empregos, com o período em que a pessoa ficou no cargo e um resumo das atividades com no máximo cinco linhas. 

A formação acadêmica, também deve ser ordenada da mais recente para a mais antiga e informar se os cursos já foram concluídos. Cursos correlatos à área em que o profissional deseja trabalhar e atividades extra-curriculares, como trabalhos voluntários e projetos acadêmicos, por exemplo, também foram apontados pelo docente como fatores positivos que devem estar presentes em um bom currículo. 

Outra recomendação do professor para os profissionais e estudantes que desejam uma oportunidade no ano que se inicia é mostrar o currículo a outros profissionais em gestão antes de começar a buscar vagas. “É sempre recomendável, ao produzir um currículo, pedir a um profissional de RH que analise o mesmo. Existe consultoria para isso de ordem paga e alguns profissionais se disponibilizam de forma gratuita”, explica Jessé. Confira, no vídeo a seguir, um exemplo de como organizar um currículo para buscar oportunidades de trabalho em 2020

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.