Confira 5 dicas exclusivas sobre como fazer um portfólio

Assim como o currículo, o portfólio é a porta de entrada para uma vaga de emprego. O documento é um compilado dos seus melhores trabalhos produzidos, uma forma de apresentar, na prática, suas competências. Se você for um jornalista, por exemplo, é lá onde você pode exibir suas melhores matérias. Já no caso de ser um profissional de Publicidade e Propaganda, será lá o local de visibilidade de suas peças publicitárias e demais trabalhos.

Não existe fórmula perfeita para fazer um portfólio, pois o documento depende da área de atuação do profissional. Segundo o analista de carreiras do Núcleo de Empregabilidade do Grupo Ser Educacional Ernandes Rodrigues do Nascimento, “é importante pensar em um site, blog ou fanpage, possibilitando que o portfólio seja amplamente compartilhado e atenda às necessidades da área de formação”.

Do portfólio, as empresas buscam alguns pilares fundamentais, segundo Ernandes. “Design, qualidade, objetividade, criatividade são alguns dos atributos analisados pelas empresas”, explica. Por isso, seja sincero quanto às informações incluídas no documento.

Você quer aprender como fazer um portfólio? Confira as dicas abaixo:

1 – Antes de tudo, escolha o objetivo do seu portfólio

É para conseguir freelas, emprego fixo ou parcerias? Ou então ter suas fotos, quadros, etc. expostos? A partir dessa decisão, vai ser mais fácil decidir o que vai ser incluído no seu portfólio. Primeiramente, defina esse objetivo para, em seguida, começar a seleção dos seus melhores trabalhos.

2 – Organize a ordem que os trabalhos vão aparecer

Os trabalhos mais interessantes devem ficar no começo e no final do portfólio, fazendo jus aos ditados “abrir com chave de ouro” e “fechar com chave de ouro”. Elenque os mais bem feitos,mais bem produzidos e que tiveram mais repercussões positivas e distribua-os igualmente. Não aglomere os mais e menos legais juntos.

2 – Não encha seu portfólio com qualquer coisa

O portfólio é para você colocar seus trabalhos mais significativos. Ou seja, aqueles que tiveram mais elogios, mais interações, mais opiniões positivas, de maior repercussão ou que se tratam de temas mais importantes. Seja seletivo e mostre ao seu possível empregador os melhores trabalhos que você fez.

4 – Faça uma boa apresentação

Não descuide da aparência do seu portfólio. Um documento bem escrito, bem organizado e com bons trabalhos é a chave do sucesso. Facilite a leitura utilizando uma fonte adequada, bons espaçamentos, alinhamento, contraste e espaço no portfólio. Também é importante dar os devidos créditos a quem o produziu. Arte, texto, design, trabalhos… Tudo deve ter seu idealizador especificado.

5 – Cuidado com os portfólios físicos

Justamente por serem impressos e entregues diretamente aos recrutadores, os portfólios físicos devem ser feitos com muito mais cuidado e atenção. “Muitas pessoas utilizam aplicativos como Corel Draw, Photoshop, entre outros para produzir seus portfólios”, explica o analista de carreiras Ernandes Rodrigues do Nascimento. O profissional também deve ficar atento ao tamanho, que é variável, mas que não pode ser muito extenso.

Gostou das dicas? Conta pra gente!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.