Exceção na crise: veja mais de 20 mil vagas de trabalho

A saúde da população brasileira está sendo alvo de uma pandemia que já é apontada como a maior de todos os tempos. O novo coronavírus afeta os corpos e as mentes de inúmeros cidadãos, muitos deles assombrados entre o medo da doença e o pânico do desemprego. Poucos setores econômicos, porém, vislumbram esperança para a população.

Apesar da crise instalada em decorrência do fechamento obrigatório de empresas, como estratégia para combater a aglomeração de pessoas e consequentemente a proliferação do vírus, alguns segmentos, curiosamente, estão tendo resultados positivos. Segundo análise do economista Rafael Ramos, da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Pernambuco (Fecomércio-PE), a explicação está justamente nos efeitos da crise, que obrigou empresários a investirem em recursos tecnológicos para atendimentos a distância e fez com que serviços essenciais continuassem em funcionamento.

“Diante da crise, os segmentos que mais se destacam são os ligados a questões de inovação tecnológica, inclusive aqueles que trabalham sem ter a necessidade de o consumidor ir em seu estabelecimento, como os que atuam com sites e redes sociais. Nesse momento de isolamento, apenas os setores essenciais, como alimentação, farmácias e hospitais, eles estão sendo demandados ainda mais”, comenta o economista. Por outro lado, “shoppings e comércios tradicionais são os que mais sofrem, porque as medidas de isolamento não mantêm a regularidade em relação às suas vendas e faturamentos”, acrescenta o especialista.

Ainda no que diz respeito aos negócios e órgãos públicos que continuam em pleno funcionamento, a demanda dos clientes e cidadãos fez com que novos postos de trabalho fossem abertos. O fato, diante de tantas informações negativas oriundas da Covid-19, traz esperança a profissionais de todo o Brasil, já que muitos trabalhadores temem demissões ou já estão amargando o desemprego. “A demanda aumentou muito e para dar conta desse novo nível de demanda, as empresas precisam contratar”, enfatiza Ramos.

Confira as vagas:

Big Bompreço

O Grupo Big, detentor das lojas dos supermercados Big Bompreço, oferece quase 600 oportunidades em várias funções. A maioria das vagas exige ensino médio completo e que o profissional tenha, no mínimo, 18 anos. Assistente administrativo PCD, operador de caixa, vendedor de eletro, fiscal de prevenção de perdas e repositor são alguns dos cargos abertos. As remunerações variam conforme as funções.

PepsiCo

Empresa atuante no segmento de alimentos e bebidas, a PepsiCo dispõe de mais de 500 vagas para inúmeras funções. Auxiliar de logística, operador de produção e motorista carreteiro estão entre as ocupações disponíveis.

Carrefour

A rede de supermercados Carrefour é uma das companhias que mais oferecem empregos neste momento. São 5 mil vagas para profissionais, muitos deles com ensino médio finalizado, que atuarão nas cidades de Manaus, Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e Minas Gerais.

Global Empregos

Com mais de 1.500 postos de trabalho, a Global Empregos reúne oportunidades em várias cidades brasileiras, sendo a maioria em São Paulo. As remunerações salariais, dependendo do nível profissional, podem chegar a R$ 1,9 mil.

Uffa

A plataforma de renegociação de dívidas e concessão de crédito ‘Uffa’ ofertou 22 vagas de emprego em áreas operacionais. De acordo com a empresa, os aprovados atuarão no sistema home office e poderão receber remunerações até R$ 10 mil. Analisa de planejamento e desenvolvedor fullstack estão entre as funções disponíveis.

Governo de Pernambuco

O Governo de Pernambuco, na tentativa de ampliar o combate à pandemia do coronavírus, prometeu selecionar mais de 7 mil profissionais da área de saúde, tais como médicos e enfermeiros. A seleção mais recente anunciada já prevê 670 ocupações, com salários que passam de R$ 7 mil.

Ebserh

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) promete contratar mais de 6 mil profissionais. De acordo com o MEC, estão previstas, aproximadamente, 900 oportunidades para médicos, 1,4 mil vagas direcionadas a enfermeiros, 3 mil para técnicos em enfermagem, além de 100 engenheiros e arquitetos e 500 fisioterapeutas. As contratações foram autorizadas pelo Ministério da Economia e o edital do certame poderá ser publicado a qualquer momento.

Itaú Unibanco

O Itaú Unibanco oferta 200 empregos para atuação em escritórios e agências em todo o Brasil. As oportunidades são para candidatos da área de tecnologia, analistas de qualidade e testes, engenheiros e engenheiras de software e arquitetos e arquitetas de soluções, entre outros cargos. Os salários não foram revelados.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.