Aprimore seu senso crítico com esses filmes sobre racismo, feminismo, política e gênero

As férias podem significar muito mais do que o momento de lazer. Além de aproveitar para relaxar a cabeça, você também pode utilizar o período de recesso para colocar a lista de obras cinematográficas que quer assistir. Muito além de diversão, os filmes podem ser uma maneira de se manter atualizado sobre o mundo.
Isso porque muitas dessas obras não trazem em seus enredos apenas ficções, mas fazem um retrato fidedigno da sociedade atual – e algumas vezes superam as barreiras do tempo e se eternizam como sempre atuais. Feminismo, gênero, instabilidade política, racismo, preconceito, são alguns dos temas que mais podem ser vistos nos telejornais atuais. Aproveite seu tempo de folga e entenda esses assuntos com ajuda de alguns filmes.
Confira a lista abaixo que preparamos para você e boa sessão!

GÊNERO

A Garota Dinamarquesa (2015)
Nos anos 20, na Dinamarca, os artistas Einar e Gerda Wegener se casam. Pintora, Gerda resolve vestir seu marido de mulher para representá-lo em seus quadros. Entretanto, quando Einar se vê na nova configuração enquanto mulher, mesmo que momentânea, o faz despertar seu desejo por se tornar uma. Assim, Einar passa a se chamar Lily Elbe e com o apoio, embora conturbado, da esposa, encara uma das primeiras cirurgias de mudança de sexo da história.
Tomboy (2011)
 
Aos dez anos, Laure é uma menina que vive com os pais e com uma irmã caçula, família recentemente mudada de bairro, onde não conhecem muitas pessoas. Certo dia, Laure resolve ir à rua e lá conhece sua vizinha Lisa, que a confunde com um menino. Sem se preocupar com a confusão, Laure aceita a troca e ainda afirma se chamar Mikael. A partir de então, Laure passa a assumir a identidade de Mikael para seus novos amigos.
Ma Vie en Rose (1997)
 
Luderic é um menino de sete anos que mora com seus pais, em um novo condomínio chique com famílias tradicionais. Em um churrasco nesse novo ambiente, Luderic aparece pela primeira vez vestido como menina, o que causa incredulidade e surpresa em seus pais. O garoto agora passa a viver como uma garota, mas seus pais custam a aceitar sua nova identidade.

FEMINISMO

Frida (2002)
 
O filme faz uma biografia da artista mexicana Frida Kahlo. Conhecida pelas suas pinturas surrealistas, e categorizada como a primeira pintora surrealista da história, Frida foi casada com Diego Rivera, com quem manteve um relacionamento hoje considerado abusivo. A obra traz sua relação com as artes, com Diego – por quem era perdidamente apaixonada -, com o revolucionário Trotsky e com algumas mulheres. Intensa, única e revolucionária, ainda hoje é uma grande influência para as feministas.
Erin Brockovich (2000)
Mais um filme biográfico, Erin Brockovich traz a história desta mulher, que foi responsável por dar justiça a uma inteira cidade na Califórnia. Erin conseguiu um emprego em um escritório de advocacia e seu primeiro caso é para atrasar as negociações da compra da residência de Donna Jersey pela Pacific Gas and Electric (PG&E). Entretanto, Erin descobre que a companhia está tentando acobertar casos de contaminação por cromo e consegue ter em mãos um caso e 333 milhões de dólares.

RACISMO

Histórias Cruzadas (2011)
A obra traz uma reflexão que pode ser enxergada ainda hoje na sociedade, principalmente no Brasil. O filme traz a história de Skeeter, uma garota da alta sociedade que se determina a ser escritora. A jovem começa a coletar depoimentos de mulheres negras da cidade de Jackson, no Mississipi, que deixaram suas vidas, suas casas e seus filhos, para cuidar das famílias da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. O primeiro depoimento coletado pela aspirante a escritora é o de Aibileen Clark, empregada de sua melhor amiga.
Corra (2017)
O filme traz como protagonista o jovem negro Chris, durante um final de semana com sua namorada branca. A visita do rapaz à casa da família rica de sua companheira faz com que diversas situações atípicas e desajeitadas aconteçam, o fazendo acreditar que é uma tentativa de lidarem com a relação inter-racial da jovem. Entretanto, logo ele percebe que se trata de uma situação muito mais macabra do que imaginava.
12 Anos de Escravidão (2013)
A obra, baseada em fatos reais, traz a história real de Solomon Northup, um homem negro livre que foi sequestrado e obrigado a trabalhar por 12 anos, até conseguir a soltura, com ajuda de um advogado. O filme traz o cruel retrato da realidade racista e escravocrata dos Estados Unidos.

POLÍTICA

Todos os Homens do Presidente (1976)
 
Intrinsecamente ligados, a política e jornalismo são as principais temáticas deste filme. Todos os Homens do Presidente é um clássico que trata da história de dois repórteres que trabalham para um jornal de Washington, nos Estados Unidos. Eles investigam uma invasão ao prédio do Partido Democrata estadunidense, mais tarde descobrindo o escândalo de Watergate.
Tropa de Elite (2007)
Muito além da realidade de treinamento dos policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) do Rio de Janeiro, Tropa de Elite também traz a questão da corrupção policial em seu enredo. A polícia, por sua vez, é um braço do Estado, e quando observada enquanto corrupta, enfraquece as ligações políticas do governo.
O Terminal (2004)
 
O drama emocionante conta a história de Viktor Navorski, um turista da Europa Oriental que vai visitar os Estados Unidos. Na volta para casa, Viktor descobre que seu país sofreu um golpe de estado, entra em guerra e, por isso, ele não pode deixar o aeroporto e ir para casa, já que seus documentos passam a ser inválidos. Pelas mudanças políticas, o Departamento de Segurança Internacional dos EUA não permite que ele entre ou deixe o país. Assim, o turista passa a se refugiar dentro do aeroporto estadunidense.
Hotel Ruanda (2004)
Em Ruanda, o conflito entre Hutus e Tutsis matou quase meio milhão de pessoas no ano de 1994. Em meio ao caos político civil, o gerente de hotel Paul Rusesabagina decide, por si só, abrigar cerca de 1,2 mil refugiados ruandeses.
Qual desses filmes você vai ver primeiro? Conte pra gente!

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Natália Souza disse:

    Ótima lista de filmes! Foram incluídos para que eu os assista. Histórias Cruzadas é um filme excepcional, nenhum resumo no mundo pode o definir. Mostra a face do racismo no período de uma forma…. Qual seria a palavra? O fato é que todos deveriam assisti-lo. Pode- se perceber um leve humor no filme nas cenas finais com um certo gostinho de vingança : D
    Ensina valores importantes… Há um trecho que menciona rapidamente a Ku Klux Klan inclusive… Esse filme tem de tudo!
    Amei!!

    • LeiaJá disse:

      Oi Natália!
      Tudo certinho? Nossa que bacana que você curtiu nossa lista de filmes!
      Realmente, Histórias Cruzadas é um filmaço que vale muito a pena assistir! Mostra muito bem como era a vida das mulheres negras no período.
      Continue acompanhando nossas postagens e fique à vontade para sugerir os assuntos que deseja ver sendo abordados aqui. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.