Mais que amigos, friends!

Ter um bom relacionamento com os colegas de empresa, evitar conflitos e ponderar diferenças são requisitos importantes para quem está ou deseja entrar no mercado de trabalho. A amizade no trabalho torna o clima corporativo melhor e reflete na motivação dos trabalhadores e trabalhadoras. Entretanto, dentro das instituições é fundamental saber equilibrar a amizade com a responsabilidade profissional, pois nem sempre ser “mais que amigos, friends’ de todos da firma é positivo.

Confira alguns pontos para ficar atentos:

Amigos, amigos, negócios à parte

Saber separar os papéis é importante para manter a amizade e, principalmente, o emprego. Por isso, é necessário preservar a postura corporativa e não trazer brincadeiras e assuntos pessoais para a roda institucional. Além disso, quando a amizade é com o chefe é indicado obedecer à hierarquia da organização e não ultrapassar as barreiras do respeito.

Meu grupo, minhas regras

No ambiente de trabalho sempre há aquelas pessoais com as quais temos mais afinidade. Com isso, começa-se a se formar ‘os grupinhos’. No entanto, isso pode causar um isolamento. Logo, é interessante socializar também com pessoas fora da nossa ‘bolha’.

Minha vida é um livro aberto

Quando temos amigos, é natural que haja várias conversas sobre diferentes assuntos. Entre eles, os problemas pessoas e conteúdos amorosos. Entretanto, levar para o ambiente corporativo assuntos de cunho pessoal, muitas vezes, devem ser evitados. 

Fofocas

Com as relações mais estreitas, comentários dentro e fora do ambiente de trabalho vão surgir. Com isso, algumas colocações podem ser interpretadas erroneamente e repassadas como forma de fofoca. Por isso, é imprescindível refletir sobre o que falamos e com quem falamos. 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.