Quatro dicas para se dar bem em uma entrevista online

As mudanças provocadas pela pandemia do novo coronavírus também refletiram nas relações de trabalho.
Muitas empresas e trabalhadores tiveram que se adaptar ao regime corporativo home office e reuniões por videoconferência.
Com esse novo cenário, os modelos tradicionais de recrutamento serão deixados para trás e se tornará cada vez mais comum o recurso da videochamada nos processos seletivos.
Como o recrutamento presencial, a dinâmica requer preparação, alguns cuidados e necessita que o entrevistado disponha de alguns recursos.

“Imagine você no meio de uma entrevista e sua internet cai ou a qualidade da mesma reduz, isso implica em dificuldades que poderão diminuir as chances para aquela oportunidade”, observa o especialista em Recursos Humanos e coordenador de Treinamentos em Gestão na Blackbelt It Solution Jessé Barbosa de Araújo.

Para quem está tentando uma nova oportunidade ou recolocação no mercado de trabalho em meio à pandemia, o especialista dá dicas para se dar bem em uma entrevista por videochamada. Confira:

Preparação

É importante, principalmente para quem terá a primeira experiência com a entrevista on-line, que haja planejamento para evitar intercorrências. Esta preparação vai desde um lugar apropriado até o que falar durante o processo. “Procure ouvir mais e falar o essencial, os RH’s desejam otimizar o processo sem perder a qualidade. Então, atenha-se a apresentar as qualificações imprescindíveis que o associa a vaga concorrida”, explica Jessé.


Dress Code

Mesmo no modelo home office, o candidato deve atentar-se à vestimenta e manter o dress code. “Não é pelo fato de ser em um ambiente virtual, que se deve relaxar na aparência, pois, lembre-se: a primeira impressão é a que fica.
Identifique o perfil da empresa e vista-se adequadamente para a entrevista, vista-se como se já fosse funcionário daquela empresa.” alerta.

Lugar adequado

Em tempos de quarentena, muitas famílias estão em casa. Logo, o profissional deve buscar um cômodo da casa tranquilo e com boa acústica para que sons externos não atrapalhem o processo.
“O isolamento social é uma realidade no país, assim, o local mais recomendável é o quarto. Isole-se, tranque a porta do quarto e informe a todos o que irá acontecer e como isso é importante para você. Dessa forma, muitos membros da família o ajudarão e farão de tudo para que você seja bem sucedido neste momento”, destaca o coordenador. 

Driblando o nervosismo 

Por se tratar de uma dinâmica pouco usual, o nervosismo durante a seletiva virtual pode aparecer. De acordo com Jessé Barbosa, é natural que alguns candidatos não consigam controlar as emoções.
“Não sentir nervosismo em uma entrevista é praticamente utópico, porém, existem formas que pode minimizá-lo.  Ao se posicionar na frente do computador ou celular, deixe ao lado um copo com água (natural), para que, a medida que você se sentir nervoso, possa beber água.  Além disso, ajudará a limpar as cordas vocais e dará melhor entonação e projeção a sua voz facilitando o entendimento entre você e o entrevistador”, indica. 




Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.