Raciocínio Lógico: que disciplina é essa?

Raciocínio Lógico é uma das matérias mais cobradas em provas, certames  e seleções pelo Brasil. As assertivas convidam o candidato a construir um pensamento linear, enxergar um problema e, posteriormente, sua solução.

No entanto, a disciplina, muitas vezes, é a grande ‘vilã’ dos estudantes e candidatos a uma vaga de emprego, que não possuem tanta familiaridade com essas questões, devido à ausência durante a formação escolar e o contato tardio com ela.

Geralmente, as questões que envolvem raciocínio lógico estão divididas entre a dedução, também chamada de inferência, e indução. A primeira, parte de uma premissa para chegar à conclusão. Confira o exemplo:

As questões de pensamento indutivo, de forma simplista, apresentam certo fato, a partir da repetição, para que seja considerado regra ou não. Observe a proposição:

Sendo assim, elas medem a capacidade analítica do indivíduo e quais estratégias, ou seja, o  raciocínio adotado, para solucionar determinado problema – característica profissional exigida por algumas corporações. Vale salientar que esta modalidade está relacionada também a capacidade de leitura e interpretação do candidato ou estudante.

Para descomplicar e entender a lógica do raciocínio lógico, é importante revisar conceitos da matemática básica e da geometria. Ademais, além da prática, é crucial acompanha atentamente a resolução das problemáticas propostas e ter foco durante a resolução delas – leitura, compreensão e solução são os caminhos de fazê-las da melhor maneira.

Raciocínio Lógico sem crise

De fato, não há uma fórmula de estudo para esta disciplina. Porém, o desempenho satisfatório está associado à prática. Para encarar essas questões sem crise, foram listadas algumas dicas que ajudarão na resolução dos quesitos. Confira:

  • Otimizar o tempo de estudo – Ter disciplina é fundamental para a aprendizagem com qualidade. Criar uma rotina ajuda a não acumular conteúdo e não esquecer do que foi estudado;
  • Resolução de questões –  Esta é uma etapa crucial para o estudo do raciocínio lógico. Tentar solucionar uma boa quantidade de questões auxilia a compreensão e ajuda a recapitular conceitos aprendidos;
  • Material didático –  Para quem está se preparando para um certame, investir em materiais didáticos de qualidade faz toda a diferença. Para além das apostilas, alguns professores produzem vídeos apresentando dicas e maneiras para a resolução de questões, divulgando-os na internet;
  • Conhecer a banca responsável pelo concurso  ou conhecer um pouco da empresa–  Ler atentamente o edital e pesquisar a banca examinadora do certame permite que o estudante-candidato entenda e direcione os estudos de acordo com o conteúdo programático;
  • Provas anteriores – Explorar questões similares às de exames passados permite a familiaridade com os termos usados e formas de apresentá-las. Além disso, essa prática trará mais segurança e tranquilidade no momento do processo seletivo.

 

 

 

 

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.