Saiba como a gamificação pode ser aplicada no ambiente de trabalho

Em todo ambiente de trabalho, existem variados tipos de motivações que visam estimular os funcionários a atender às demandas da empresa de forma produtiva e com satisfação. Para isso, várias metodologias são aplicadas neste intuito. Entre uma das mais inovadoras, encontra-se a gamificação, do inglês gamification, que consiste em estimular comportamentos e adequar as ações individuais e coletivas de funcionários, por meio de jogos em diversas áreas, como negócios, saúde e vida social.
Na prática, essa estratégia permite aos colaboradores maior amplitude de conhecimentos, além de outros desafios que tornam a chave de um sucesso profissional. Entenda como funciona!

Uma ferramenta de regras, metas e feedbacks

Muito além de uma forma de motivar funcionários, a gamificação funciona como uma excelente ferramenta de gestão em variadas áreas. Isso porque, quando se utiliza tal prática, por meio de quaisquer jogos, muitas técnicas podem ser exploradas, como:

Competência- destaca o quanto um colaborador pode evoluir profissionalmente e se desenvolver ainda mais na empresa;

Informação- o quesito de compartilhamento de ideias e conhecimentos, dentro da plataforma, serve como adaptações de tarefas aplicadas no dia a dia, como forma de metodologia eficaz.

Organização- muitas demandas tendem a ser cumpridas dentro do prazo, fator que atende todas as programações da empresa.

Quando se associa um jogo ao cotidiano do trabalho, o usuário/funcionário passa a obter uma meta para superar seus obstáculos, passar de fases e ser cada vez melhor em sua performance. Para isso, também existem as regras de como cada jogador deve se portar dentro do jogo, que serve ainda mais como estratégias a se cumprir dentro da empresa. A exemplo, existe o jogo de  xadrez que define regras ao jogador, e este precisará encurralar o rei inimigo ou fazer o adversário se render.

Já o sistema de feedback visa mostrar ao jogador o quanto ele está progredindo em relação a meta do game. É um fator que tem como objetivo mantê-lo motivado e engajado. Em meio a todos os destaques,vem a participação voluntária e positiva desses usuários, ou seja, a conscientização com as regras, a meta e sistema de feedback que a atividade tem, relacionada a um melhor desempenho na empresa.

Como se aplica a gamificação?

A implementação de jogos para a vida pode ser executada tanto em equipes no cumprimento de metas ou até mesmo em família. Mas para praticá-la, faz-se necessário ter consciência dos objetivos a se cumprir, como se planejar e que caminho seguir.

Tendo isso, vale usufruir das características (metas, regras, feedback e participação voluntária) que os jogos propõem, como forma de atrair esses usuários a participarem e se envolverem. Contudo, nunca se esqueça: embora esteja utilizando as mecânicas de um jogo, não é obrigatório criar um jogo em si, mas adequar algum para o cotidiano e práticas do ambiente de trabalho. A Gamification, além de estimular o engajamento, tem como foco comprometer os indivíduos participantes e recompensá-los.

Confira alguns exemplos da gamificação praticada

1- Na rede de cafeteria Starbucks, a estratégia funciona através de um programa de fidelidade. Nele, os clientes são incentivados a participarem acumulando estrelas, ganhando em troca benefícios e produtos gratuitos.

2- O aplicativo de navegação e trânsito ‘Waze’, por sua vez, também conta com a participação de motoristas. A plataforma pede que os usuários informações sobre como anda o trânsito em sua localização e como recompensa, os usuários são bonificados com pontos, avatares e um ranking. Fator que tornam possível a interatividade entre membros da comunidade e promove mais segurança entre as vias.

Benefícios da gamificação

Além de ser um formato que todas as empresas consolidadas no mercado podem se inteirar do mundo tecnológico, a metodologia serve como estratégia para criar ainda mais vínculos da empresa com seus colaboradores.

Os games conquistam diferentes idades e gêneros, agregando ainda mais o espírito de competitividade pessoal e trabalho em equipe. Destacam-se aspectos como:

Persistência- Depois que o jogador inicia a partida e começa sua busca por pontos, prêmios ou moedas para atingir um próximo nível, a persistência é sua principal aliada.

Ainda que ele perca pontos, erre caminhos ou perca vidas durante o processo, tende a não desistir, reinicia a partida, se motiva ainda mais e estuda novas alternativas para conquistar os níveis e bater recordes.

Otimismo- Com a persistência em busca de suas conquistas, os participantes se mantêm otimistas no resultado, pois acreditam que podem superar cada vez mais os nivelamentos, chegar ao último nível e até vencer a batalha.

Dessa forma, ele está sempre estudando novas estratégias e trabalhando para conquistar mais medalhas, habilidades, vidas ou quais forem as recompensas no meio do caminho.

Cooperação- Com os jogos online, por exemplo, que dependem de equipes para que as atividades sejam realizadas, várias pessoas são envolvidas em uma mesma missão, tornado-se cada vez mais coletivas.

Com isso, o sentimento de coleguismo e parceria passam a ser ainda mais fortalecidos,  pois todos os membros da equipe precisam confiar uns nos outros e trabalhar focados pelo único objetivo de sucesso final.

Gostou sobre esta abordagem? Deixe sua opinião nos comentário! Conheça também dinâmicas motivacionais aplicadas em empresas

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.