Saiba a diferença entre Carta de Apresentação e Carta de Intenção

Achou que não ia ter que escrever carta? Achou errado caro amante das oportunidades de emprego. Ao galgar uma chance no mercado de trabalho, algumas vezes, você pode se deparar com a necessidade de escrever uma carta de intenção ou uma carta de apresentação. Apesar de ambas usarem a mesma ideia de mensagem, escrita, elas têm diferenças entre si e podem ser o empurrão que faltava na hora de conquistar a tão sonhada vaga profissional. Confira!

O que é a carta de intenção

Algumas empresas podem exigir, durante o processo seletivo, que o candidato demonstre o porquê almeja aquela vaga. Para isso, uma carta de intenção pode ser solicitada, sendo uma das etapas mais importantes de um processo seletivo. É através dela que o recrutador analisará as afinidades do candidato com o cargo, como ele pode contribuir com a empresa, caso seja contratado, e quais as qualidades profissionais e psicológicas que se destacam em sua personalidade.

Infelizmente, escrever uma carta de intenções não é algo tão simples como parece, pois cada candidato tem um perfil e não há uma fórmula mágica para escrever a melhor carta. Porém, é possível seguir algumas dicas, como prezar pela objetividade e saber um pouco sobre a empresa que deseja trabalhar. Por ser uma ferramenta usada para identificar as habilidades do candidato, geralmente a carta de intenção é requerida na primeira ou segunda etapa do processo seletivo. Por isso é bom caprichar.

O que é a carta de apresentação

Ao contrário da carta de intenção, que é solicitada pelo recrutador durante a seleção, a carta de apresentação deve ser apresentada pelo candidato junto com o currículo. Como o próprio nome já sugere, é por ela que o interessado na vaga falará de suas principais experiências e qualificações, tentando convencer porque é o profissional perfeito para aquele cargo.

É importante lembrar de endereçar a carta ao recrutador, para não correr o risco dela ser extraviada no caminho. Se você não tem qualificações ainda, tente exaltar algum conhecimento específico ou suas projeções com relação à vaga. Objetividade é muito importante na hora de redigir a sua proposta.

Quando enviar minha carta

Apesar do seu objetivo ao escrever as cartas seja apresentar suas qualidades e qualificações como profissional, cada uma delas tem um período certo para ser enviada. A carta de apresentação (que pode ser enviada também por e-mail) deve ir no momento em que o currículo for enviado. Já a outra, de intenção, deve ser escrita apenas quando for solicitada pelo recrutador, assim, você não repetirá conteúdos durante o processo de seleção para a vaga, que podem te ajudar na hora do recrutamento.

 

Conte nos comentários se você já precisou escrever alguma dessas cartas e como foi a experiência!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.