Saiba o que são soft skills e como colocá-las no currículo

soft skillsPara ser contrato por uma empresa, além das competências técnicas é preciso que o recrutador note que você se encaixa no perfil da empresa. Ou seja, que as características da sua personalidade atendem ao que a cultura do local de trabalho acredita ser essencial para um bom relacionamento entre colegas e entrega de bons resultados. Para isso, as suas soft skills, conceito muito utilizado por recrutadores nacionais e internacionais, podem ser o diferencial para alcançar a vaga desejada. Nesta matéria, explicaremos o que elas são e vamos ensinar como apresentá-las ao recrutador para ser contratado de imediato!

Hard skills: uma questão de competência técnica

É preciso entender que existem dos tipos de habilidades solicitadas pelas empresas contratantes: as hard skills, competências técnicas, e as soft skill, competências pessoais ou interpessoais. As consideradas hard skills estão ligadas ao seu preparo profissional, seu nível de capacitação. Elas se caracterizam por serem fáceis de avaliar e por possuírem métodos mais tangíveis para que sejam alcançadas. Por exemplo, ser graduado exige que você tenha concluído um curso de graduação, ou seja, é simples entender ou não se você possui essa competência. Outras hard skills são: proficiência em idioma estrangeiro, habilitação para o ensino (licenciatura) e outros tipos de especialização profissional.

Soft skills: atributos da inteligência emocional

As soft skills são caracterizadas pela forma subjetiva que se apresentam para avaliação. Essa habilidades variam, como apresentado no parágrafo anterior, entre habilidades pessoais e interpessoais que são desejadas pela empresa. Elas estão estritamente ligadas a forma que você vai se relacionar com as pessoas e utilizar sua inteligência emocional. Alguns exemplos são: capacidade de resolução de conflitos, liderança, comunicação, empatia, pensamento crítico, persuasão, pensamento criativo e gestão de tempo. Apesar de mais abstratas, elas podem ser critérios de desempate em processos seletivos onde os candidatos possuem as mesmas hard skills. Por isso, é importante saber como apresentá-las ao recrutador.

Apresentando as soft skills no currículo ou na entrevista de emprego

Antes de escolher quais soft skills serão destacadas, é importante pesquisar qual a cultura da empresa, os valores e a missão da organização. Dessa forma será mais fácil escolher quais habilidades você irá apresentar para o recrutador. Por serem abstratas, não adianta de nada colocar no currículo, por exemplo, uma seção com o título “Habilidades” e listar suas soft skills. Elas devem estar contidas nos exemplos práticos de atividades realizadas em experiências profissionais anteriores.

Se você for um profissional de Marketing, por exemplo, para pôr no currículo que é um bom líder, você pode inserir na descrição de um cargo anterior o seguinte: “liderei a equipe da campanha de Marketing durante o Black Friday na organização, alcançando 75% de aumento nas vendas do período”. Com isso, você estará não só fazendo a sua soft skill ser conhecida como também tornando-a mensurável através do dado contendo os resultados alcançados. Em entrevistas de emprego não precisa ficar tímido quando for perguntado sobre quais foram suas contribuições para os locais de trabalho por onde passou. Fique à vontade para apresentar suas soft skills. Lembre-se de ser sempre sincero quanto ao resultados que expõem e tome cuidado para não soar egocêntrico ao destacar exageradamente suas habilidades pessoais.

Vai participar de uma alguma entrevista de emprego? Confira as nossas dicas para não fazer feio na conversa com o recrutador!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.